Blog

  • Wijmo, muito bom, fácil de implantar e leve, mas peca em documentação

    15/06/2016

    O Wijmo, muito bom, fácil de implantar e leve, mas peca em documentação.

    Você rala para descobrir funções, pesquisa artigos e então descobrei que o problema é que as soluções em artigos estão obsoletas e que a documentação não explica o que deveria.

    Exemplo recente, precisa recuperar os eventos (appointments) do Event Calendar, segundo a documentação bastaria acessar à propriedade "appointments", mas esta sempre retorna vazio.

     appointments: /// <summary>  
         /// The event objects array. This option is deprecated:  
         ///     please, use eventsData option, instead.  
    

    Somente abrindo o código que agora a propriedade é "eventsData" na versão atual (desde quando?) que é a 2013.1.

    Então a linha de código correta é:

     var eventos = $("#eventscalendar").wijevcal("option", "eventsData");  
    

    É o velho problema dos manuais que não acompanham a evolução dos softwares produzidos.


  • Tablet Lenoxx TB-50 - unboxing e mini review

    15/06/2016

     

    Há muito tempo eu estava cogitando comprar um tablet, nada top, nada caro. Não queria arriscar comprar um xing ling qualquer com garantia de 3 meses por melhor que fosse a especificação, mesmo porque os problemas mais comuns que vejo são duração da bateria e responsividade da tela não aceitável (lags e/ou qualidade da touch screen, mesmo quando capacitiva) e não teria a quem recorrer sobre esses problemas (loja).

    Então há alguns dias uma surpresa, não estava nem pensando em comprar no momento, mas encontro sem querer em um Shoping (aglomerado de lojas) no bairro onde moro, exposto na vitrine, um iPobre, classificação minha para um "iPad" não-Xing Ling, algo como Coby e outras marcas, um que não seja Samsung Galaxy Tab ou outros.

    Sobre o tal iPobre, um tablet Lenoxx TB-50 de 7". Considerando que a especificação me atendia, o valor idem (300 reais), parcelamento em 10 vezes e 1 ano de garantia, comprei-o-o.

    Especificações

    • Sistema Operacional Android 4.0.4 - na caixa 4.0.3;
    • Memória Flash interna 4 GB - sobram menos de 2GB para uso;
    • Memória RAM interna 1 GB (!) - na caixa 512 Mb (DDR3);
    • Processador Boxchip A13 (Cortex A8) single core de 1.2GHz - mas o Android acusa 1GHz.
    • GPU Mali 400.
    • Tela 7” Capacitiva (Multi Toque - 5 Toques);
    • Resolução da tela 800 X 480;
    • Câmera frontal apenas com resolução 640x480;
    • Entrada para cartão Micro SD (Expansivel até 32 GB) - não vem nenhum (iPobre);
    • Saída P2 para fone de ouvido - não vem nenhum (iPobre);
    • Sensor de gravidade - o famoso acelerômetro para orientação da tela;
    • WiFi 802.11b/G/N;
    • Alto falante integrado de 1,3w RMS;
    • Dimensões (A X L X P) 12 x 19,5 x 1 cm.

    Vou pular a parte sobre o que ele pode ou não abrir (PDFs, arquivos do Office e etc), reproduzir em vídeos e áudio e etc, nada que não seja possível instalando um software como o MX Player e Quick Office.

    Prós

    • Memória 1GB ao invés de 512MB anunciada.
    • Android 4.0.4 ao invés de 4.0.3 anunciado.
    • Root de fábrica.
    • Marca, procedência (lojas Americanas, Lenoxx Brasil, algum lugar para reclamar em caso de problema), preço, parcelamento e garantia de 1 ano.
    • Boa "pegada", tamanho padrão de tablets 7" que não tem as bordas grosseiras.
    • Enxuto sobre aplicativos pré-instalados, só os básicos (agenda, calculadora e etc), nenhuma customização exceto a tela de boot da Lenoxx.

     Contras

    • Não tem bluetooth. Pode parecer sem uso, mas é mais prático transferir arquivos por ele. Existem algumas opções de transferência por WiFi, mas nem se comparam sobre praticidade. Ver atualização de [22 out 13].
    • Não tem sensor de proximidade. Me pergunto pra que, a única utilidade seria para os programas que usam para alguma finalidade como os tocadores de música que usam como recurso para mudança das trilhas.
    • Não tem GPS.
    • Não tem 3G.
    • Não tem saída HDMI (iPobre - isso já me fez falta).
    • Ausência de leds indicando por exemplo que a bateria está acabando.

    Experiências de Uso

    • A duração da bateria está no tempo esperado. Meu filho pequeno vive assistindo Galinha Pintadinha nele, após uma carga de 100% e assistir 40 minutos de vídeo usa cerca de 15% da bateria. Mantém a média de 4 horas de uso intercalando uso de Internet, jogos, vídeos e etc. Costumo deixar o WiFi desligado quando não vou usar nada da Internet.
    • Não fiz comparação de tempo em stand by. Ver atualização de [28 out 13].
    • Quando totalmente desligado dura vários dias com uma carga.
    • No uso geral a interface tem se mantido bem fluída, lags mínimo no uso de programas e navegação. 
    • Percebi diversos locais na interface, apenas na parte de configurações aparentemente, com textos em inglês ao invés de português como todo o resto.
    • Nao sei se é algum problema de o processador ser single core com Android 4, mas podem ocorrer engasgos, lags em algumas situações. Percebi isso apenas quando baixando e instalando aplicativos da Play Store ao mesmo tempo que usando para outras coisas, mas no geral, não vejo isso ocorrer. Creio que possa estar relacionado ao acesso ao drive para instalação ser mais intenso o uso do processador.
    • Não testei jogos pesados como de tiro em primeira pessoa (FPS), apenas jogos como Angry Birds e outros um pouco mais pesados. 
    • A borda direita da tela direita tem uma particularidade, não sei se é falha do projeto ou característica desse meu que comprei. Um pouco abaixo da borda preta de acabamento existe uma parte da tela que é visível mas que está embaixo do acabamento, não dá para tocar, mas não vi necessidade disso também.

    Creio que sobre conexão 3G por ser Android a única necessidade deve ser o driver para o modem.

    Vídeos Unboxing:

    Site oficial do produto.

    Apesar de ser um produto Lenoxx no Brasil ele é na realidade mais um produto existente que a empresa, Lenoxx, apenas imprimiu a marca, como neste link vemos vendendo fora do Brasil.

    Atualizações:

     

    [28 abr 13] Havia um problema de "congelamentos" incostantes fazendo com que o aparelho não respondesse ou então aparecesse a famosa pergunta se deseja Aguardar ou Finalizar, resolvido com um reset de fábrica.

    [3 mai 13] Captura de tela das configurações reais do tablet (versão do kernel e etc).

    [22 out 13] A falta de Bluetooth é completamente sanada usando a troca de arquivos via WiFi com o ES File Explorer, ou outro que permita troca de arquivos na mesma rede.

    [28 out 13] Na semana passada eu esqueci ligado o aparelho, quero dizer, apenas em stand by (apenas tela desligada), me recordo de que a carga não estava a 100%, a WiFi estava desligada também, então quando fui usar e a bateria estava com mais de 60% de carga. Parece pouco, mas para um dispositivo barato achei que durou bastante.


    Dica: se não tem um hotspot onde conectar (roteador sem fio) use um dos aparelhos como Host WiFi e ou outro se conecta nele, mesmo que não haja rede de dados para compartilhar isso fará com seja criada uma rede sem fio entre eles permitindo o uso de qualquer recurso de rede.


  • Criando um Windows XP bootável via Pen Drive (Hirens CD)

    15/06/2016

    Usar o Hiren's Boot pelo pen drive ao invés de CD é ideal para quem tem netbook ou esteja com problemas no leitor de CD/DVD e precisa, por exemplo, tentar restaurar um HD com problema, o sistema que estava instalado e outras necessidades.

    Se você não conhece o Hiren's Boot CD clique aqui e faça o download da última versão dessa maravilhosa ferramenta de manutenção de micros. São diversas aplicações que resolvem praticamente todos os problemas que possam aparecer no nosso dia a dia.

    Acompanhe os passos a seguir para criar uma mídia usb bootável:

    1º - Conecte o Pen Drive USB. (1GB ou mais)

    2º - Faça o download do programa USB Disk Storage Format (34KB) e depois o execute. Em Device: Escolha o pen drive que será formatado. Escolha o formato de arquivo como FAT32. Clique em Start para iniciar a formatação e aguarde. Veja figura abaixo:

    3º - Faça o download do programa Grub4Dos, descompacte e execute o arquivo grubinst_gui. Marque a opção DISK e escolha o seu pen drive. Na opção Part List clique no botão Refresh e depois escolha a MBR gerada. Depois clique em instalar.

    Obs: Caso ocorra algum problema com pen drives acima de 1GB, recomenda-se desmarcar a opção: Save embeded GRLDR.MBR.

    4º - Vá até a pasta grub4dos gerada após a descompactação do arquivo anteriormente citado e copie os arquivos grldr and menu.lst e cole-os dentro do seu pen drive.

    5º - Insira o Hiren's BootCD em seu drive de CD/DVD e copie todo o conteúdo do CD para o pen drive que foi formatado. Outra possibilidade é extrair a imagem (arquivo .ISO) do Hiren´s e fazer a cópia do conteúdo.

    6º - Agora é so testar o seu pen drive bootável.

    Origem (existem várias cópias desse mesmo tutorial, alias, este é uma tradução da versão em inglês): http://evertec.blogspot.com.br/2010/03/hirens-boot-no-pen-drive-tutorial.html


  • Saiba como se preparar para a Busca Social do Facebook

    15/06/2016

    O Facebook tem uma nova ferramenta que permite procurar pessoas com base em suas atividades na rede social. É a chamada Busca Social (Social Graph), que está gradualmente se tornando disponível para os usuários do FB no mundo.

    Depois de ter acesso a novidade - há uma lista de espera para isso - você será capaz de usá-la para encontrar informações como restaurantes que seus amigos curtiram, fotos antigas contendo membros específicos da família e ex-alunos da sua universidade que vivem perto do local de suas próximas férias. Promete ser uma ferramenta poderosa para analisar os dados pessoais que muitas pessoas publicam no Facebook - e isso significa que você precisa saber como ela funciona e como impedi-la de acessar dados que você prefere manter privados.

    Reveja suas configurações de privacidade do Facebook

    A ferramenta de Busca Social é um trabalho em progresso e o serviço não está disponível para todos os usuários ainda, mas representa uma boa oportunidade para rever suas configurações de privacidade do FB. Para chegar lá, faça login no Facebook, clique no ícone de engrenagem azul no canto superior direito e selecione “Configurações de Privacidade”. A partir daqui, você pode monitorar quem pode ver suas atualizações e, retroativamente, limitar seus posts passados - um truque útil para bloquear rapidamente sua página na rede social.

    Você também deve navegar através de seu registro de atividades para ter uma ideia de quantos registros possui no site (dica: praticamente tudo o que faz) e quem tem acesso a esses dados. Fiquei surpreso ao descobrir que o Facebook tem relatado minhas consultas de buscas por mês, tornando mais fácil para qualquer um ver quais perfis eu andei visitando (em vez de clicar e fazer uma triagem em minha lista de amigos, muitas vezes eu apenas digito um nome no campo de pesquisa e  vou de lá mesmo).

    Embora a seção “Quem pode me procurar?” do menu de Configurações de Privacidade permita ocultar sua página de perfil do Facebook de ferramentas de busca, isso não irá manter seu perfil privado da Busca Social. Para isso, você precisa ir em seu perfil no site e selecionar manualmente as áreas que você quer que sejam inacessíveis ao novo recurso.

    Para fazer isso, navegue primeiro pela sua Linha do Tempo clicando em seu nome e, em seguida, clicando na seção “Sobre” no canto superior esquerdo dela para ver seu perfil. Esta página permite que você compartilhe informações opcionais, tais como onde você trabalha, em que escola estudou e os filmes que você gosta. O Facebook compartilha todas estas informações com a Busca Social por padrão, permitindo que outros usuários o encontrem com consultas por sua língua mãe. Você pode controlar como a rede social compartilha esta informação abrindo o menu “Editar”, no canto superior direito de qualquer seção de seu perfil, e mudando a configuração padrão de privacidade de “Público” (indicado por um ícone de globo) para “Amigos”, “Somente eu” ou “Personalizado”.

    É claro que se suas configurações de privacidade do Facebook já estão bem trancadas, você não deve ter muito com o que se preocupar. No entanto, como a nova ferramenta de busca vasculha todos do FB, ainda é preciso estar ciente de postagens de familiares, amigos e colegas de trabalho que contenham informações sobre você que deveriam ser privadas, especialmente fotografias e vídeos. Abra o registro de atividades acima mencionado e selecione os posts em que você foi marcado no menu à esquerda. Esta página irá revelar quantas vezes você aparece em posts de outras pessoas, o que lhe permite se desmarcar de fotografias embaraçosas e qualquer outra atividade no Facebook que você prefira manter privada.

    Origem: http://idgnow.uol.com.br/internet/2013/03/02/busca-social-do-facebook-reveja-configuracoes-de-privacidade-e-prepare-se/


  • Como fazer o deploy de WebParts desenvolvidas no Visual Studio 2010 no Sharepoint 2010

    15/06/2016

    Há alguns anos eu precisei desenvolver WebParts para Sharepoint 2010 e nas pesquisas sobre como implantar em produção resumi para os seguintes comandos:

     

    • Adicionar a solution da feature utilizando o stsadm:
      stsadm -o addsolution -filename MinhaSolution.wsp
       
    • Depois de adicionar a solution, você deve executar o deploy no seu site. Para isto você pode utilizar o stsadm:
      stsadm -o deploysolution -name MinhaSolution.wsp -immediate -allcontenturls -allowgacdeployment

      -allcontenturls : instalar em todos os sites, se você quiser especificar qual site instalar troque pelo parametro "-url http:\nomedoserver:porta"
      -allowgacdeployment : instalar dependências configuradas na GAC.       
       
    • Atualizar uma solution:
      stsadm -o upgradesolution -name MinhaSolution.wsp -filename MinhaSolution.wsp -immediate -allowgacdeployment


    Eu tinha feito um pequeno manual usando os comandos dentro do shell do Sharepoint ao invés do STSADM, mas não encontrei, caso o encontre atualizo este post.



    Origem: http://marcelocml.wordpress.com/2010/02/03/deploy-de-uma-solution-wsp-no-sharepoint/


  • Os e-readers estão perto do fim? Analistas acreditam que sim

    15/06/2016

    Declínio de 36% no mercado desses dispositivos em 2012 significa que ele nunca irá se recuperar, dizem especialistas

     
    Analistas estão assinando uma sentença de morte para os e-readers, que caíram 36% em 2012 com os compradores preferindo os tablets multiuso.
    Ambos IHS Suppli e IDC recentemente emitiram alertas terríveis – se não obituários – para os e-readers. A consultoria IHS disse que esses dispositivos terão uma queda de 36% nas vendas para varejistas em 2012 em comparação ao ano passado, e prevê outra contração de 27% em 2013.
    Na semana passada, a IDC disse que as vendas em 2012 irão diminuir 28% em relação a 2011. O impacto dos tablets multiuso com uma experiência de leitura "boa o suficiente" significa que a IDC espera que os e-readers cheguem a apenas 19,9 milhões de unidades vendidas em 2012, ante 27,7 milhões em 2011.
    A IHS caracteriza a queda mais dramaticamente. "O mercado leitor de ebooks está em um declínio alarmante por conta dos tablets", escreveu Jordan Selburn, analista da IHS.
    Selburn disse que 2011 parece ter sido o pico do mercado de e-readers, quando a IHS disse que 23,2 milhões desses dispositivos foram vendidos, em comparação aos 14,9 milhões em 2012. Em 2016, Selburn disse que só 7,1 milhões e-readers serão vendidos, o equivalente a uma perda de mais de 66% desde 2011.
    O declínio está ocorrendo mesmo após as lojas de e-readers da Amazon e Barnes & Noble terem chegado ao mercado em 2012.
    As duas consultorias concordaram em um ponto: e-readers estão provando que não são páreos para os tablets, que estão desfrutando de um crescimento incomparável - em grande parte graças ao iPad, que fez a sua primeira aparição em 2010, disse Selburn.
    A IHS disse que 120 milhões de tablets serão vendidos em 2012, enquanto a IDC aposta em 122,3 milhões. Em 2016, a IHS prevê a venda de 340 milhões, enquanto a IDC, 282,7 milhões. Os tablets podem funcionar como e-readers de e-mail e e-books, mas são mais caros por conta dos recursos extras de navegação na internet e reprodução de filmes, enquanto os e-readers são dispositivos dedicados, por isso custam menos.
    "O aumento impressionante da procura por e-readers e depois sua queda drástica resume perfeitamente o que se tornou uma verdade incontestável na indústria: consumidores estão substituindo sem remorso seus dispositivos de única tarefa, como os e-readers, por seus equivalentes multifuncionais, os tablets", disse Selburn.
    Outros aparelhos dedicados, como câmeras digitais, sistemas de GPS e MP3 players, enfrentam fracas perspectivas e pressões semelhantes no mercado, mas tiveram mais anos de vida do que os e-readers, "demonstrando ainda mais a profundidade da queda dos leitores de e-books", acrescentou Selburn.
    O analista da IDC, Ryan Reith, disse que "as pessoas adorariam ter um smartphone, um e-reader, um tablet e um notebook, mas, na realidade, temos que perceber que os consumidores geralmente não podem se dar ao luxo de comprar todos esses dispositivos." Ainda assim, os e-readers são mais baratos e servem a um propósito específico, "então eles certamente estarão no mercado por mais um longo tempo, mas seu crescimento será muito limitado".

    Origem: http://idgnow.uol.com.br/ti-corporativa/2012/12/13/os-e-readers-estao-perto-do-fim-analistas-acreditam-que-sim/
     

     Se as empresas que pesquisam sobre eInk fossem direcionadas por artigos amadores como esse nunca nem teriam sido lançados os primeiros Kindles ou outros semelhantes.
    EReaders não irão acabar, mas precisam baratear, mas isso só com o tempo, o motivo é simples, a tecnologia da eInk trás mais benefícios que qualquer Tablet (mesmo iCoisas) que tente imitar por que estes nunca conseguirão fazer o mesmo, e nunca é válido aqui pois são para objetivos diferentes, seria o mesmo que comprar um helicóptero com um jato.
    EReaders são mais leves, consomem muito menos bateria e especializados com o objetivo único de leitura, otimizados para tal (eInk), apesar de Amazon e outras tentarem levar para outro lado, mas isso ocorre de forma limitada. Só que justamente ele ser para objetivo único tem um porém, são mais lentos, pela eInk o refresh rate da tela não é bom (sombras), os aparelhos touchs tem maior tempo de resposta, mas para o que foram feitos são ótimos.
    Tablets tentam imitar, mas por mais que melhorem a qualidade da tela não adianta, é mais rápido (desnecessário para um eReader), tem bateria com durabilidade (mas não chega aos pés de um eReader), fora que costumam ser mais pesados.


  • How To: Create a Kanban Board in SharePoint 2010 with Zero Code

    15/06/2016

    How To: Create a Kanban Board in SharePoint 2010 with Zero Code

    imageFor those unfamiliar with it, Kanban is a project management technique developed by Toyota and popularized in IT circles by its application in Agile software development methodologies.  In software development, it’s simplest form is a whiteboard with columns for each status, in which post-it notes are affixed for each task.  As tasks migrate through development, the post-it note is moved from column to column.   Several web-based services and downloadable project management applications exist for implementing something similar sans the whiteboard (one of the best being AgileZen).  However, in some cases a lightweight version based on SharePoint might be handy.  SharePoint provides out-of-the-box functionality for creating project task lists, and, with a little pointing-and-clicking, it’s possible to display these out-of-the-box project task lists Kanban-style.  Here’s how:

    Create the Project List

    The standard Team Site has one of these, called ‘Tasks’, but you may choose to create your own.  To do this, click Site Settings –> More Options –> Project Tasks.  Give the list a name and url, and click OK.  Once you have a task list, to create a few tasks- one for each status.  When you’re done, you should have something like this:

    image

    Next, create views for each column that will be on the Kanban board.   You may want to give some thought as to what the columns will be, but for this demo, I chose views named ‘Not Started’, ‘In Progress’, and ‘Recently Completed’.  Tasks with a Deferred or Waiting status will be considered ‘In Progress’.  To do this, follow these steps:

    • Click ‘List –> Create View –> Standard View
    • Enter ‘Not Started’ as a view name
    • Uncheck all columns except for title
    • For Sort, choose Priority and then Due Date
    • For Filter, Check ‘Show items only when the following is true’
    • Set ‘Show items when column’ Status is equal to Not Started
    • Repeat for each view, changing the name and filters appropriately
    • For the ‘Recently Completed’ view, sort by Modified instead of ‘Due Date’

    Create the Kanban Board

    To visualize all of these in columns, create a new page and then add each view in a table.  To do this, follow these steps:

    • Click ‘Site Actions –> New Page’
    • Enter the page name and click OK
    • Click ‘Insert’ and drop down on ‘Table’ to create a 3 column table.

    image

    • Click inside the first column and click Insert –> Existing List
    • Choose the task list you created (or the default one) and click ‘Add’
    • Drop down on the web part menu and choose ‘Edit Web Part’
    • Choose the ‘Not Started’ view and click ‘OK’ for the warning.
    • Enter ‘Not Started’ for the Title.
    • Repeat for each column, choosing the appropriate view.
    • For In Progress and Completed, also choose ‘No Toolbar’

    In the end, you should have something that looks like this:

    image

    And there you have it!  A simple Kanban board, built in minutes, with out-of-the-box SharePoint functionality!

    If you’re feeling adventurous, you can spice it up a little bit by customizing the page in SharePoint Designer.  I’ll leave that as an exercise for the reader for now, but here are some ideas on how to improve on this:

    • Remove those ‘Title’ column headers
    • Use formatting to highlight items that are deferred, waiting, or past due
    • Use Content Query Web Parts instead to roll up tasks from multiple sites into a single Kanban board.

    Origem: http://www.danielroot.info/2010/11/how-to-create-kanban-board-in.html


  • Gizmodo Brasil, moderadores frescos que não aceitam brincar

    15/06/2016

    Quem é do mundo da tecnologia conhece o Gizmodo Brasil.

    Leio constantemente o feed deles, do IDG Now e outros, no final das contas todos replicam as mesmas notícias, mas eu dava ênfase ao Gizmodo, não mais.

    Apesar de ser só mais um site que traduz conteúdo da versão americana, com alguns artigos Made in Brazil, agora deu para os moderadores ao invés de trabalharem sobre comentários ílicitos como pornografia, flames e abusos contra outros, rifarem comentários associando a Gizmodo como defensora simpática à Apple.

    Há muito tempo que as pessoas comentam que a Gizmodo favorece artigos relacionados à Apple e desmerece às outras, grande coisa me preocupar com isso. É engraçado ver a guerra que ocorre nos comentários, e agora a novidade, não consigo mais comentar porque falei que ele são simpáticos à Apple, e não é um artigo, qualquer artigo automaticamente o comentário é cancelado, excluído.

    Ahhh, por favor moderadores infantis, isso é o óbvio, todo mundo sabe que é verdade que a Gizmodo é uma iGiz, então vão pei... na água para ver se sai borbulha.

    Cancelei todas as assinaturas relacionadas a eles por essa infantilidade e vou para sites mais sérios.